Eduardo Dall’Alba, Pós-Doutor em Estudos Culturais pelo Programa Avançado de Cultura Contemporânea (PACC) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), foi o vencedor do Prêmio Carlos Drummond de Andrade, concedido pela União Brasileira de Escritores/Rio de Janeiro (UBE/RJ), com o livro Os Bens Intangíveis (Editora da Universidade de Caxias do Sul, 2006) e atualmente esgotado. A entrega do prêmio acontece no dia 26 de outubro, na Academia Brasileira de Letras (ABL), no Rio de Janeiro. Os Bens Intangíveis reúne nove livros de poemas publicado pela mesma editora universitária e é assim descrito no site da Educs:
Do herói épico não se exige lucidez, requer-se o poder de intervir e transformar. O observador em Eduardo é só lucidez, sagacidade inerte. Declinando da função de agir, o observador não intervém para consertar ou concertar. Na ausência da vontade de organizar, sons, palavras e coisas, arrancados de unidades alheias, caem misturados, fugazes. Sem chamarem do sono pra luta, limita-se a perturbar o sono que teima em não se construir. Dissolvem-se as fronteiras entre o lírico e o épico, entre o poema e a prosa…